(11) 95350-0016
(11) 2950-2119
(11) 98555-4281
(11) 96079-3133
(11) 94891-3910
/institutothem
 
 

JUSTIÇA RESTAURATIVA

Carta aos ”Resistentes, até!”
Olá,
Em momento de tantas tecnologias de comunicação, a escolha do modelo cartas se deveu ao pensar que o que foi bom no passado hoje não é tanto ou não é nada, porém ainda coexistem em tempos contemporâneos.

Podemos concordar neste início que desde os primórdios da busca de formas de educar crianças e jovens foram sendo utilizados paradigmas de autoritarismo a fim de se conquistar o melhor neste sentido?

Convido o leitor  a me acompanhar na ideia de que há esforços dos estudiosos e ativistas em encontrar formas mais apropriadas de cuidar das relações dos atores da escola, uma vez que resultados evidenciados pela insistência de algumas posturas adotadas demonstram a necessidade e urgência de mudanças.
Com que postura, portanto, assumimos o desejo compartilhado desta “Virada 2017” ao autoritarismo nas escolas?

Quais caminhos a escola precisa então percorrer para mediar autoridade e liberdade e “Resistir até”! ao autoritarismo?

Quero contar aqui sobre o trabalho com o qual estou envolvida desde 2004: a Justiça Restaurativa e Práticas Restaurativas nas escolas, temas que foram responsáveis por estar participando da Virada Escolar 2017 “Resistir até!”

À escola chega a função de cuidar do pleno desenvolvimento pessoal e de transmissão de conhecimentos, de forma circular, não somente do aluno, mas de todas as pessoas envolvidas neste processo.

Procedimentos restaurativos implementados por nós nas escolas consistem em apresentar na forma de sensibilizações, mudanças de olhar das relações e formas de comunicação alternativas e colaborativas de atendimento às necessidades dos envolvidos em cada situação, facilitando e estimulando o conhecimento dos seus limites e de suas responsabilidades. Inclui os círculos restaurativos para a solução de conflitos, nos quais as partes um espaço para se manifestarem, inclusive com seus apoios e participação da comunidade atingida.

Temos implementado com sucesso em escolas em São Caetano do Sul, Barueri, São José dos Campos, São Paulo (Escola Caetano de Campos) esta possibilidade para se trabalhar com mudanças da postura de autoridade com apoio respeitoso na busca de relações pacíficas.

A constatação dos resultados positivos me encoraja a seguir em frente. Trabalhar na consciência e participação da comunidade na busca de soluções de suas próprias questões, conflitos e violências empodera a todos e a cada um no atendimento de suas próprias necessidades.

Neste parágrafo final, manifesto que se tiver conseguido deixar com vocês uma curiosidade motivadora a buscar muito mais pontos importantes do Projeto Restaurativo em Escolas que mencionei como meio de ir além do autoritarismo, me sentirei definitivamente feliz e participante junto com vocês da onda que está se formando agora: Resistir Até!

Meu carinho, gratidão e minha força para as escolas que venham atender com prazer e harmonia à tarefa do aprendizado, o que há de ser melhor para todos.


Grata,
Marta MarionI

© 2017 Instituto THEM. Todos os direitos reservados • End: Rua Guajurus, 222 - Jardim São Paulo - SP • Tel: (11) 95350.0016